O que 2014 reserva para as nossas comprinhas virtuais?

O blog está de cara nova e em 2014 irei focar nas compras em lojas virtual. Vou continuar com as dicas e resenhas, mas o foco será as comprinhas em sites internacionais e nacionais.

Minha paixão por comprinhas internacionais não é novidade, né?! Comparar o preço de produtos entre lojas brasileiras e as gringas, me levaram a comprar cada vez mais em sites não brasileiros. Mas será que sempre vale a pena? E os riscos de entrar em uma furada?? É na troca de experiências que a gente aprende a vencer nesse mundo das comprinhas.

O PayPal encomendou uma pesquisa sobre cross-border-shopping (essas compras feitas por consumidores em países estrangeiros), e ela mostrou que em 2013, cerca de 5,3 milhões de brasileiros fizeram compras em sites estrangeiros, gastando R$ 2,6 bilhões. Esse valor representa pouco menos de 10% do faturamento total das lojas virtuais brasileiras no mesmo período.
Muitas lojas virtuais de países como China e Inglaterra, já mostram suas vitrines em Português. Já encontramos sites com atendimento online em português. Eles já sacaram o nosso poder de compra.
Infelizmente, tenho lido nos jornais que a Receita Federal vai apertar a fiscalização e está até vendo uma forma de taxar conteúdos digitais (filmes, musicas e aplicativos). Para ajudar as lojas virtuais brasileiras a crescer, ninguém pensa em criar uma "forma". Porque se elas estivessem fortes e competitivas, aqui em nossas terras, ninguém ia precisar comprar lá fora.

A pesquisa revelou também...
Os brasileiros compram (compras internacionais) primeiro nos Estados Unidos (79%), seguidos pela China (48%), Hong Kong (17%) e Reino Unido (17%).

As principais razões para aquisições feitas em portais estrangeiros são: a economia de dinheiro (80%) e a variedade de produtos (79%).

Então, vamos dividir aqui as nossas compras internacionais e você que tem uma loja virtual, e quer divulgar, também terá o seu espaço. É legal economizar, mas vamos desenvolver o nosso país também, vamos fazer o nosso e-commerce bombar em 2014!!

(imagem: www.tecnoetc.com.br)

Postagens mais visitadas