Os Cosméticos Escondem Perigos

Você já parou para pensar no que há dentro dos cosméticos que usa? Shampoo, condicionador, desodorante, perfume, hidratantes, base, rímel, corretivo, batom… uma infinidade de produtos que lotam a nossa penteadeira e banheiro, e não vivemos sem eles.

Segundo o site Organic Consumers, o organismo de uma pessoas que costumam maquiar-se e usar produtos de beleza diariamente pode absorver cerca de 2,3 kg de produtos químicos a cada ano. Depois que li essa informação fiquei muito preocupada com o que eu estava colocando na minha pele, e percebi o quanto é importante a informação e a leitura dos rótulos dos produtos.

Conhecer um pouco desses componentes que causam danos à saúde pode ajudar na hora de escolher o produto na prateleira das lojas e proteger a nossa saúde. Os perigos dessas substâncias tóxicas vão desde uma irritação e alergia cutânea até doenças mais graves, como o câncer.

Não é apenas o consumidor que corre riscos, durante a produção dos produtos com substâncias perigosas os trabalhadores das fabricas, a natureza, as comunidades envolvidas na extração de matérias-primas, todos acabam sofrendo danos de alguma forma. Mudar o nosso modo de consumir traz benefícios para a gente e para o mundo. É o consumo consciente. 

As substâncias perigosas


*Conservantes Liberadores de Formol
Muitos cosméticos utilizam na formulação algum tipo de conservante que libera formol na pele que pode contribuir para o aparecimento de câncer induzido pela radiação ultravioleta do sol. O formaldeído também é um grande vilão.
Nos rótulos: quatérnium-15, diazolidinil hora, imidazolidinil ureia e DMDM hidantoína.

*Óleo Mineral e Outros Derivados do Petróleo
Os óleos minerais estão presentes na maioria dos produtos cosméticos, devido a sua propriedade emoliente, ou seja, hidratante para a pele. Entretanto, estudos recentes vêm associando esses componentes ao aumento da mortalidade por diversos tipos de câncer, como o de pulmão, esôfago, estômago, linfoma e leucemia. 
Nos rótulos: paraffin oil e mineral oil.

*Parabenos
É um conservante que elimina as bactérias e fungos, mantendo a integridade dos produtos. Um estudo realizado na Universidade de Reading, Reino Unido, e publicado em janeiro de 2004 no Journal of Applied Toxicology, os parabenos apresentam propriedades estrogênicas, ou seja, se comportam como se fossem um hormônio feminino: o estrógeno. O mercado possui conservantes naturais ou mais modernos que demonstraram segurança, permitindo aos formuladores o desenvolvimento de produtos mais seguros. Muitas marcar estão tirando ele dos seus produtos (ex: Natura).
Nos rótulos: Parabens, Methylparaben, Ethylparaben, Propylparaben e Butylparaben.

*Propilenoglicol 
O propilenoglicol é um produto utilizado como diluente de outras substâncias, usado em uma ampla variedade de cosméticos. O perigo no seu uso está ligado aos problemas de pele como alergias e irritações. 
Nos rótulos: propylene glycol

*Ureia
Um dos hidratantes mais utilizados em cosméticos é a ureia, tanto pela sua eficácia, quanto pelo seu baixo preço. Mas vale lembrar que a ureia é proibida para mulheres grávidas, pois a ureia penetra profundamente na pele e tem a capacidade de atravessar a placenta, podendo chegar até o feto em formação, ocasionando graves consequências ao bebê. A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina que todas as vezes que um produto tiver na sua composição ureia em dosagens maiores que 3%, ele deve conter no rótulo o seguinte alerta: "Não Utilizar Durante a Gravidez". A ANVISA ainda resolveu proibir a fabricação de cosméticos que contenham em sua composição mais de 10% de ureia.

*Lauril Sulfato de Sódio (Sodium Lauryl Sulfate) - LSS ou SLS e Lauriéter Sulfato de Sódio (Sodium Laureth Sulfate)
Usado principalmente nos xampus, tem a função detergente de limpar. Praticamente todos os xampus possuem ele na sua composição, então é sempre importante retirar bem o produto dos cabelos. Os resíduos podem causar queda, enxague bem para não detonar os seus fios.

O perigo nas unhas


Os esmaltes trazem vários componentes que podem ser prejudiciais à saúde. Estes componentes também podem prejudicar a saúde das unhas e da pele, causando ressecamento e enfraquecimento. As substâncias são: foramdibutyl phtalate (banido em cosméticos, inclusive esmaltes, em toda a Europa), nitrotoluene, toluene( tolueno) e furfural (compostos comprovadamente cancerígenos).

Marcas que não usam esses componentes: DermaNail, Granado, Revlon, OPI, Sally Hansen e Zoya.

Não vou pedir para vocês não usarem produtos com essas substâncias, porque eu mesma não conseguiria. São poucos os produtos (e mais caros) que estão livres de substâncias perigosas. O importante é que tenhamos sempre essa informação, é saber que eles são prejudiciais e tentar aos poucos usar mais produtos naturais. E acima de tudo ter a consciência de que é nosso direito como consumidor saber o que estamos usando, a indústria tem que ter o cuidado de informar o que está colocando nos seus produtos, e a decisão, consciente, ser nossa de usar ou não.

Fontes de Informação: 
Organic Consumers
Revista Galileu
Revista SuperInteressante
Site Consumidor Moderno
Site: http://www.safecosmetics.org

Beijos,
Sandra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Compra no site Shop Miss A - Tudo por 1 dólar (Acessórios)

Como buscar marcas famosas no Aliexpress?

Fui Taxada! O que eu vou fazer?